quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Ela perdeu 30kg sem cirurgia e hoje usa calça 38!!!

Isso sim é determinação!!
Fonte: Bem Estar | IG


Ela perdeu 30kg sem cirurgia e hoje usa calça 38!!!
"Dentista usou a dieta dos pontos e encontrou auxílio nos Vigilantes do Peso para seguir firme no esforço para emagrecer

Há 4 anos, o maior sonho de Simone Cristine Souza podia ser expresso por apenas um número: 38.
Esse era o tamanho de calça que ela queria vestir, meta que parecia bem longe do manequim 52 que usava na época.
Assim como grande parte das mulheres, a dentista sempre brigou com a balança, mas não se incomodava em estar acima do peso.
“Eu nunca quis me proibir, então continuava comendo e engordando. Me sentia incomodada em ter de deixar de comer alguma coisa”, relata ela, que afirma nunca ter feito dieta. O sentimento, no entanto, mudou em abril de 2007.
No réveillon de 2006/2007, Simone passou dias procurando uma roupa especial para a ocasião. Era difícil encontrar algo bonito e do seu número. Comprou um vestido dentre as poucas opções que viu. Três meses depois, ao tentar usá-lo novamente, a peça não serviu.
“Nesse momento me bateu o desespero e finalmente criei consciência: precisava emagrecer”, relembra.
Por meio de conhecidos, ficou sabendo das reuniões dos Vigilantes do Peso e a curiosidade a levou ao primeiro encontro. De lá, saiu decidida a batalhar para alcançar sua meta inicial: perder 10kg.
“O que me atraiu é que você não é obrigado a nada e nem é proibido de fazer alguma coisa. Não existe 'pode isso, não pode isso'. Eles mostram o que é bom e o que ruim, te dão ferramentas de autoconhecimento, que te ajudam a chegar onde quer. Mas o caminho é você quem deve seguir.”
O sistema utilizado pelos Vigilantes do Peso é a reunião semanal e uma tabela de pontos. Para cada pessoa há uma pontuação que pode ser consumida naquele dia. Como isso será traduzido em refeições é responsabilidade de cada um.
“Se eu quiser comer todos os meus pontos em pizza de quatro queijos no jantar, posso. Mas eles mostram que com essas mesmas calorias eu poderia comer uma infinidades de outras coisas e me sentir mais saciada. Poderia até comer chocolate light, além de uma refeição”, exemplifica.
A característica flexível do programa conquistou Simone, que virou frequentadora assídua, e os temas discutidos ajudaram a transformar sua vida de uma forma global. Os Vigilantes ensinam como comer mais vezes ao dia, como organizar sua cozinha de modo que as tentações não fiquem expostas, como escolher alimentos mais saudáveis, entre outros assuntos sobre reeducação alimentar. Seguindo os conselhos, a dentista conseguiu até emagrecer receitas calóricas como bolos e outros doces.
“Coloco menos açúcar, menos manteiga, prefiro chocolates light”, afirma.
“Tive muita dificuldade para aprender a comer salada, nunca gostei. Fruta, então, eu só comia em calda. Aos poucos, fui trocando a carne cheia de molho por um bife grelhado, a pizza de quatro queijos pela de escarola e a caixa de bombom por apenas uma unidade”, ensina.
No entanto, a mudança de hábitos foi difícil. Ela diz que não emagreceu à base de frango grelhado e salada, menú que só aprendeu a comer há cerca de um ano.
A perda de peso acompanhada pelas substituições trouxe ânimo. Assim como os períodos de estagnação trouxeram desespero. “Acho que foi o pior momento que passei. Você faz tudo certo e não perde um grama. Acho que fiquei uns três meses no tal efeito platô. Achei que não ia emagrecer mais, pensei em desistir, mas segui em frente com a ajuda das reuniões. A troca de informações me ajudou muito nessa fase”, relata.
Simone perdeu 30 kg em um ano e meio
Devagar e sempre

Para Simone, o principal benefício das reuniões do grupo é a conscientização, a mudança de uma cabeça de gordo para uma cabeça de magro.
“Primeiro é preciso emagrecer a cabeça, entender como o corpo funciona.
Além disso, trabalhar com metas pequenas, etapas, principalmente quem tem que perder muito peso, como era o meu caso. Comecei com 10kg. Alcancei essa meta, resolvi perder mais 10kg e mais 10kg. Até somar, em 20 meses, os 30kg que precisava eliminar.”
Quando os ponteiros da balança alcançaram os 58kg, ela enfrentou o provador. “Entrei em uma loja para comprar uma calça. Pedi o número 40 e ela ficou larga. Pedi o 38 apreensiva e ansiosa. Quando a calça fechou, chorei durante 10 minutos”, relembra. Em 2007, ela pesava 88kg (tem 1,53 de altura). Hoje, esse número varia entre 58 e 61 kg.
Há dois anos Simone mantém o mesmo peso, com essa pouca variação. Ela conta que, para isso, é preciso estar alerta. “Eu sou minha própria vigilante e se derrapar, sei como voltar.”

2 comentários:

  1. Grande exemplo para todas nós!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. maravilhoso depoimento,grande exemplo e incentivo,parabéns!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...